05 abril 2009

Manhã de frio

Já não carrego mais 
a poesia
no meu peito.

Já não desfaço dos planos
pensados
sem efeito.

Já não acredito mais
nos primeiros olhares,
primeiros sorrisos e
promessas de eternidade

Acho que
já não sou
mais o mesmo.

2 comentários:

Alinne Aquino disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alinne Aquino disse...

Estou sem palavras... Com sono!

Mas gostei do teu texto... Muito Bom... Como sempre!